Urgezes circular

Tendo por base as políticas nacionais e internacionais na transição de uma Economia Linear para uma Economia Circular surge o projeto Urgezes Circular. Originário de uma candidatura da Junta de Freguesia de Urgezes e do Laboratório da Paisagem ao aviso “Economia Circular em Freguesias (JUNTAr +)”, do Fundo Ambiental, promovido pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática. “Agir local, Pensar global” foi definido como o lema do projeto, sendo preconizadas uma panóplia de atividades centradas na Economia Circular, seguindo as bases do Ecossistema de Governança “Guimarães 2030”: Educar, Sensibilizar, Envolver, Partilhar, Investigar e Comunicar. O Urgezes Circular surgiu então com três áreas: “Educar & Transformar”, “Prolongar & Reparar” e “Valorizar & Inovar”, construindo ações de educação e sensibilização ambiental abertas às comunidade; a transformação de um armazém de recolha e reparação de produtos em fim de vida que até agora estava em desuso; de sessões práticas vocacionadas para a reparação e valorização de produtos; a promoção e valorização da venda de produtos/equipamentos em segunda mão e a sinalização e a renovação de lojas com história na Freguesia, dedicadas à extensão do tempo de vida útil de equipamentos. Todas as ações convergem para o desígnio global do novo Plano de Ação para a Economia Circular, e da estratégia local RRRCICLO, com a reintegração dos produtos no mercado e a diminuição do desperdício, contribuindo para um modelo económico verdadeiramente sustentável.